10/03/2017

Pertences de Paul Gray estarão em leilão online.

Os itens pessoais do falecido baixista do Slipknot Paul Gray, estarão sendo leiloados no próximo mês, o dinheiro arrecadado será destinado a viuvá  Brenna Gray e sua filha October Gray.


O lote a ser leiloado inclui vários itens, desde guitarras, baixos , listas de set, material fotografado, macacões, prêmios e itens dos tempos mais antigos do Slipknot.

O fundador do "Backstage Auctions"(organizadora do leilão) Jacques van Gool disse: "É realmente um privilégio estar organizando este evento, especialmente sabendo que o dinheiro irá para filha de Paul, October." ele continuou: "Cada um dos baixos e macacões tem sua historia, e é uma elemento significativo na historia de Paul Gray. Eu pessoalmente trabalhei com Brenna durante 18 meses, e sua coleção de itens do Paul é incrível, ela realmente homenageia o legado do baixista. Ela contem itens escolhidos a dedo que agradarão 'Paul' e colecionadores do Slipknot de todo o mundo."

O leilão online será realizado de 1 a 9 de Abril, o catalogo estará disponível dia 25 de Março no site da Backstage Auctions.




Fonte: TeamRock 

07/03/2017

Shawn Crahan confirma produção de novo álbum do Slipknot.

O percussionista do Slipknot  Shawn “Clown” Crahan em uma recente entrevista para o programa “Meltdown”, da rádio WRIF de Detroit.

O músico informou que a banda está escrevendo novas letras e tem algumas músicas já adiantadas que resultarão no sucessor de “.5: The Gray Chapter”, de 2014.

Sobre a demora para voltar a compor, Clown culpou a maratona de shows do Slipknot. “Estivemos fora por um bom tempo. Mas foi o quanto precisávamos. Nós ficamos em turnê por três anos”, explicou.

Ele não deu mais detalhes se o grupo pretende lançar o disco novo ainda este ano, limitou-se a dizer que os cras curtem muito o processo de criação.

“A gente se divertiu muito escrevendo ‘The Gray Chapter’… agora retomamos este ciclo de criação”,



Fonte: 89 Radio Rock

Puddle Of Mudd: Vocalista faz homenagem a Paul Gray em show.

A banda de 'post-grunge' Puddle Of Mudd em recente apresentação no ultimo final de semana (04/03/17) o vocalista Wes Scantlin durante o final da performance da musica "Blurry" cantou um breve trecho de "Through Glass"do Stone Sour, em seguida disse "Stone Sour, eu amo vocês. Eu te amo. Vocês são ótimos. Tipo mágico. Esses caras são legais. Deus abençoe Paul. Deus abençoe sua alma. Eu deveria ter estado lá por você. Eu deveria ter estado lá para você."

Ele continuou: "Vou sentir falta do Paul do Slipknot. Eu vou sentir falta do vocalista do Drowning Pool [o líder da banda Dave Williams] pelo resto da minha vida." Scantlin disse enquanto apontou para o céu.

"Precisamos olhar para essas pessoas, cara. Estou perdendo muitos amigos...'' disse o vocalista emocionado para a multidão.



11/02/2017

Slipknot irá começar a trabalhar em novo album segundo Mick Thomson

Em recente entrevista ao BackstageAxxess.com no NAAM, Mick Thomson falou sobre o Slipknot trabalhar em um novo album em breve.

O guitarrista disse ao Axxess: "Acabamos de terminar...passamos bastante tempo em turnê, mas depois houve um ano inteiro antes de escrever e gravar toda essa merda.

"Então, temos uma pausa agora, eu acho que Corey está trabalhando nas coisas dele, se ele não está, ele está prestes a começar. Então vamos trabalhar em alguma 'merda' e provavelmente estaremos de volta na estrada depois que fizermos outro registro."





























Os comentários de Mick confirmam o que Shawn Crahan havia dito em Novembro, quando disse que se encontraria com Jim Root para trabalhar em um novo material para o Slipknot "nos próximos meses"

Desde da entrevista, Mick foi submetido a uma cirurgia na coluna, não sabemos se isso irá afetar a sua colaboração com a composição do album no momento.


Fonte: Ultimate Guitar

17/08/2016

Corey Taylor expulsa mais um fã em show do Slipknot [VÍDEO]

Corey Taylor expulsou mais um fã em  recente show do Slipknot no ultimo dia 13 em Concord, Califórnia. Porem desta vez não se sabe claramente o que houve. Um fã que estava presente relatou "Eu estava lá e tudo que eu ouvi foi "Aquele filho da puta com óculos, tiro-o daqui".

Abaixo segue o vídeo do momento do ocorrido






Fonte: Blabbermouth.net

10/08/2016

Corey Taylor fala oque acha sobre o "satanismo" no Slipknot

Perguntaram via twitter para o vocalista Corey Taylor o que ele pensa das pessoas que dizem que o Slipknot é satânico, e se ele já conversou com alguém sobre o assunto, e ele respondeu:

"É ridículo. Não dou mais atenção a isto haha. Idiotice".



Agradecimentos: Whiplash 

Corey Taylor responde Glen Benton após insultos.

Em declarações recentes o vocalista da banda de Death Metal Deicide "Glen Benton" atacou o Slipknot e Corey Taylor. Segundo o vocalista o Slipknot (ou Corey) teria prometido entrar em turnê junto ao Deicide, porem quando a banda entrou em contato não receberam a resposta esperada. Glen disse "Slipknot: nós vamos esperar vocês la fora caras, vamos chutar seu saco, vão se fod*r, Corey Taylor me chupe, 'Oh vamos fazer uma turnê com o Deicide' - vocês nunca fizeram porr* nenhuma por nós"

Depois da declaração a Loudwire entrou em contato com o vocalista do Slipknot, Corey Taylor para saber o outro lado da historia e Taylor respondeu: Por respeito a Glen e ao Deicide, eu sinceramente não me lembro de fazer nenhuma promessa como essa. Não estou dizendo que alguém da banda não possa ter feito. Tudo o que sei foi que eu não fiz. Sendo eu, o cantor, eu acho que eu virei o o alvo. Nós nuncas encontramos com Deicide em turnês, não que eu me lembre. Se ele esta chateado comigo, bom, entre na fila. Todo mundo esta com raiva de mim. Mas não fale merdas pra gente. Não digue merdas que não seja verdade."


































Fonte: Loudwire





02/08/2016

Slipknot faz depoimento contra lei ANTI-LGBT da Carolina do Norte

O Slipknot postou um comunicado em sua página do Facebook falando contra a lei HB2, recentemente aprovada na Carolina do Norte, que proíbe as autoridades locais de redigir suas próprias leis anti-discriminatórias e obriga o uso dos banheiros públicos de acordo com o sexo de nascimento, o que incomodou as pessoas transgênero.

Diversas bandas e atos cancelaram seus shows no estado desde a aprovação da lei como o Cirque du Soleil, Bruce Springsteen, Ringo Starr e Pearl Jam.

Rob Halford elogia metalheads que assumem homossexualidades

O Slipknot, que tem show marcado em Charlotte no estado no dia 2, comunicou que não cancela o show, mas que deixa sua opinião clara. Confira a declaração:

“Quando começamos essa turnê nós tinhamos reservas sobre tocar na Caarolina do Norte por causa de uma lei recente chamada HB2. A lei infringe os direitos das pessoas LGBTQ e não permite que as cidades tenham controle sobre o salário mínimo.

Nós acreditamos que independente de quem você é, ou o que você acredita nesse país – e na sua comunidade Metal – todos devem ter direito e acesso a oportunidades iguais na vida. Essa lei é um tapa na cara destes valores.

Acreditamos que independente de quem você é ou quem você ama, você não deve ser vítima de ódio em casa ou na sua comunidade. Nossos fãs na Carolina do Norte merecem melhor, então decidimos não cancelar. Nós não nos importamos aonde você faz xixi – só por favor dê descarga. É simples assim, na verdade.

Nós decidimos fazer uma parceria com Equality NC, o grupo de direitos LGBTQ que lidera a luta contra essa lei terrível. Você pode falar com a Equality NC no nosso show sobre como se envolver, e se registrar para votar na Carolina do Norte. Assim não precisaremos falar disso da próxima vez que viermos aqui. Nós vamos para a Carolina do Norte para mostrar para nossos fãs que eles podem fazer a diferença em repudiar essa lei e retornar seu estado a um lugar que acolhe a todos e valoriza as diferenças”



Tradução: Wikimetal

31/07/2016

Slipknot cancela show em Burgettstown, Pennsylvania.

A banda teve de cancelar sua apresentação em Burgettstown, devido a uma forte chuva que ocorreu no momento do show, causando a queda de energia elétrica no local. Abaixo segue o vídeo do momento após o corte de luz em meio a apresentação de Marilyn Manson.



Agradecimentos: Slipknot Perú
 

Joey Jordison: Sinsaenum "Echoes Of The Totured" (Disponível)

A nova banda do ex-baterista do Slipknot, Joey Jordison, lançou seu álbum debut "Echoes Of The Tortured" na ultima sexta-feira (29/07). Para ouvir o álbum completo no Spotify clique aqui. Abaixo segue a arte da capa do CD.



29/07/2016

Corey Taylor fala sobre sua participação no álbum solo de Zakk Wylde

Em recente entrevista com o vocalista Corey Taylor antes de se apresentar no Festival Rock USA no Ford Festival Park, em Oshkosh, Wisconsin. Taylor falou sobre sua mais recente participação na canção "Sleeping Dogs" com o vocalista do Black Label Society, Zakk Wylde.

Corey "É algo que temos pensado em fazer a muito tempo. Nós nos conhecemos na estrada em 2001, e nos tornamos amigos. E ao longo dos anos, tanto eu quanto ele passamos por maus momentos, até as coisas se acertarem. Então, quando ele me chamou, ele me disse "Eu tenho essa canção. Eu acho que seria ótimo você fazer parte dela." E eu disse 'Absolutamente'. Porque eu sempre quis fazer algo com ele. Eu amo como ele toca sua guitarra. Eu amo o fato dele ter um pé no Heavy Metal 'gorduroso' e também ter o outro em seu amor pelas raízes do rock. São coisas do tipo que eu cresci ouvindo. E foi perfeito. Essa música ficou ótima. E foi algo que eu nunca tinha feito antes, e foi como 'Eu posso realmente fazer issoi'. E essa é a razão pela qual eu gosto de fazer canções como esta, que está tão longe do que as pessoas esperam de mim. E, Honestamente, essa é a única razão de eu ainda fazer isso, fazer participações. Além disso, Zakk é muito divertido."













Fonte: Blabbermouth.net
Agradecimentos: Slipknot696.net

Jay Weinberg: "Eu não queria entrar, e tentar ser uma copia'"

Jay Weinberg e a capa da edição de Agosto da revista Modern Drummer Magazine, abaixo segue um trecho da entrevista em que Jay conta sobre sua entrada na banda.


Jay Weinberg: "Joey é um dos melhores bateristas que tive o prazer de testemunhar. A banda queria que eu tocasse com meu estilo nas novas musicas, eu não ia ser igual a Joey Jordison. E...eu sinto que seria uma falta de respeito se fizesse isso, a banda queria que eu fosse totalmente eu mesmo. Porque eu queria ser o Joey? Por que eu deveria tenta imitar oque ele faz? Falo também como fã da banda e de sua musica, e alguém que respeita as pessoas, eu não queria entrar e tentar ser uma cópia."



James Root: "Tocar no show é a unica parte do dia que parece normal pra mim"

Jim Root, falou ao The You Rock Foundation sobre como ele tem lutado como um forasteiro com pensamentos turbulentos ao longo da vida e como ele tem usado sua carreira artística para se distrair deles. Como alguém é mais confortável tocando atrás de uma máscara no palco, a música (...)dá força para continuar.

Root diz: "Eu me sinto estranho falando sobre isso, porque como eu posso, como o guitarrista do Slipknot, sentar aqui e dizer, 'Oh, eu tenho problemas.' Você sabe o que quero dizer? Porque eu acho que a pessoa provavelmente vai olhar para mim e dizer: 'Oh, sim, mas você é a porra de um rock-star que toca guitarra ... ', e coisas assim."
"Sim, sou extremamente sortudo de estar fazendo o que estou fazendo, e eu não mudaria nada disso no mundo. Mas há questões que todo mundo tem de lidar, se você é alguém como eu, se você é alguém que está na escola, se você tem um trabalho onde você não se dá bem com todo mundo, os círculos de pessoas que você esta(...) tudo é relativo ".
Ele continuou: "Eu era um pouco estranho na escola. Eu realmente não me encaixa com qualquer tipo de multidão na escola, eu não tenho um monte de amigos, mas os amigos que eu tinha eram amigos muito próximos.."
"Como pessoa, eu acho que você está sempre procurando algo ou passando por uma dificuldade, como seus pais se separando ou qualquer coisa assim. Quero dizer, meus pais ficaram juntos, por qualquer motivo, até que eu tinha cerca de 23 anos e, em seguida, eles decidiram me chamar. Mas era muito claro para mim que eles não gostavam um dos outro, e isso teve um efeito sobre mim."
"É difícil, porque eu tenho 43 anos de idade, e ainda tenho problemas. Não me interpretem mal - Eu sou extremamente sortudo de estar fazendo o que estou fazendo agora e eu trabalho muito duro para manter essa carreira e viver esse sonho que estou vivendo, mas também há um preço a pagar. Quer dizer, nós damos um monte de nós mesmos todos os dias ... não é como se nós estivéssemos tocando o show 24 horas por dia, e isso é realmente a única parte do dia que é normal para mim. O resto do dia é ocupando sua mente com coisas que irão levá-lo para o lado negro mental, por assim dizer, e isso pode ser difícil em si. Eu acho que é por isso que com o que fazemos para ganhar a vida, muitas pessoas se voltam para drogas e álcool e coisas assim. E eu tentei isso também. Acho que todo mundo meio que vai por essa fase, e para algumas pessoas, o que começa a ser uma coisas social acaba se tornando uma espécie de ‘tratamento’ - eles estão usando para se desligar de todos esses problemas que estão ao seu redor ou que eles têm em sua mente, mas no final do dia, ele não está realmente resolvendo qualquer coisa."


























Fonte: Blabbermouth.net
Tradução: Slipknot - Vídeos

28/07/2016

James Root cai no palco em show do Slipknot [VÍDEO]

James Root caiu no palco em recente show do Slipknot na ultima terça-feira em Bristow,Virginia. Após a queda Jim declarou estar bem. Abaixo segue o vídeo. do momento da queda







Agradecimentos: James Root #4 Fans

Lethal Wilson: Primeira apresentação da dupla

O projeto Lethal Wilson que juntou o DJ Sid Wilson ( Dj Starscream/Slipknot) e o DJ Lethal (Limp Bizkit/House of Pain), teve uma das suas primeiras apresentações durante o Rock Fest nos Estados Unidos, entre os dias 14 e 16 de Julho.

Confira um vídeo do inicio da apresentação durante o festival.






Agradecimentos: LimpBizkitBR

Corey Taylor manda mensagem para namorada de fã que ele expulsou em show.

Recentemente o vocalista Corey Taylor expulsou um fã em meio ao público no show em Toronto, Canada. Mas o vocalista lamenta o fato da namorada do rapaz teve de sair também.

Taylor disse a Rádio Q103: "Ele estava mostrando um desrespeito enorme. E aquilo estava me corroendo por dentro, eu tentei ignorá-lo durante todo o show, até finalmente chegar num ponto que eu disse : "Nós não vamos fazer isto mais. Eu tenho feito isso por 20 anos, eu não vou fazer isso."

Corey ao perguntado sobre as ações do indivíduo respondeu "nada que eu possa dizer em uma rádio". Embora testemunhas dizer que o rapaz "insultou" e "atacou pessoas em meio a multidão sem motivo."

Taylor continua "A única coisa que fiquei com pena, era a garota que estava com ele. Ela teve que sair porque ele era seu acompanhante."

"Eles foram puxados, e ele começou a agir como "Oh, eu não sei o que aconteceu. Eu não sei por que estou sendo expulso. E a garota ficou como, "Ok, eu tenho que ir."

"Eu me senti mal por ela. Mas, querida, procure um cara melhor, este cara está sugando sua vida."































Fonte: TeamRock

Ex-vocalista do Mushroomhead admite: "Slipknot é melhor"

Em recente entrevista ao Rage Rock, o ex-vocalista do Mushroomhead, Waylon Reavis falou um pouco sobre o Slipknot.

Waylon: "Slipknot é melhor. Corey Taylor é um 'puta' cantor. Slipknot tem uma 'puta' performance... Eu vou dizer isso pessoalmente, porque eu não estava no Mushroomhead quando toda essa merda veio a abaixo. Pessoal, Slipknot é melhor!"

Embora Reavis fez parecer que ele não estava em meio a rixa entre "Slipknot e Mushroomhead"(seu comentário de que ele não estava na banda no inicio) sendo que Waylon encerrou seus trabalhos com a banda somente no último ano (2015). Reavis passa a maior parte da entrevista falando coisas ruins sobre seus ex-companheiros de banda, alegando que banda era uma "ditadura" dentre outras coisas.





Fonte: MetalSucks.net

27/07/2016

Corey Taylor fala sobre participação no novo álbum do Korn

Em entrevista para a revista Billboard, nesta segunda-feira (25), o vocalista Corey Taylor, falou sobre sua participação no novo álbum da banda Korn. “The Serenity of Suffering” que será lançado no dia 21 de outubro e Taylor fará parte da música “A Different World”.

“Foi muito legal. Eu realmente nem esperava a ligação. Eu sabia que eles estavam trabalhando com Nick [Raskulinecz] e Nick me ligou e disse ‘Cara, esse álbum está indo muito bem… Nós temos essa faixa, estamos tentando terminá-la, mas ela talvez precise de você”, contou Taylor, sobre a ligação do produtor Nick Raskulinecz, que o convidou para participar do disco.


























O vocalista contou também que aceitou o convite imediatamente, marcando passagem de avião no dia seguinte. Além de participar da faixa “A Different World”, Corey ouviu o restante de “The Serenity of Suffering”. “Tem uma vibe old school do Korn, dos dois primeiros álbuns, que eu realmente amei. Mal posso esperar para as pessoas ouvirem isso. É uma das melhores coisas que eles escreveram em anos. É tão bom que as pessoas vão perder a cabeça”, completou.







Agradecimentos: Nação Da Musica

Corey Taylor fala sobre Pokemon GO

Em conversa com a Aggressive Tendencies, Corey Taylor falou sobre a moda do Pokémon Go, que já teve mais de 75 milhões de downloads desde que foi lançado no início de julho: "Este lance de Pokémon Go... entenda, eu sou pai, então... meus garotos estão me enchendo o saco com isto. Neste instante, meu filho está fora com os primos caçando. Acho que assim como todas estas coisas cibernéticas que viraram moda, vai bombar por cerca de um mês e depois sumirá. É um conceito genial, mas assim como o Words With Friends, Candy Crush e todas estas merdas, uma hora destas vai sumir. Vamos ver quanto tempo ficará no olho do furacão".

































Agradecimentos: Whiplash.Net

26/07/2016

Stone Sour: Corey Taylor - "Esta é uma das melhores m*rdas que já escrevi"

Em recente entrevista a Billboard.com, o vocalista Corey Taylor disse que a banda já escreveu 18 músicas para seu sexto álbum, com planos para entrar em estúdio em Janeiro e para um laçamento provavelmente em meados de 2017.

"É a melhor merda que eu já escrevi" disse Taylor. "Eu estou esperando apenas gravá-las para ficar pronto. O legal é que ele tem diferente direções, mas seu núcleo é fixo como uma rocha, eu quero dizer, é uma especie de moderno/clássico. Existem algumas coisas do punk lá, há um pouco de hard rock/heavy metal puro. Há todos esses elementos legais que nós nunca realmente exploramos entrar. Nós estamos realmente animados com isso."

Este é o primeiro álbum autoral do Stone Sour sem a presença de James Root, demitido no final de 2013 e substituído por Christian Martucci.





































Fonte: Blabbermouth.net